4 erros comuns no controle de diabetes que devem ser evitados

Erros comuns no controle de diabetes devem ser evitados para melhorar a qualidade de vida dos portadores e previnir complicações da doença. Alguns desses erros não são percebidos pelo paciente enquanto outros são cometidos por descuido demais motivos.

diabetes é uma doença crônica grave caracterizada pela lesão das células do pâncreas, causando aumento da glicose sanguínea (hiperglicemia). Ela deve ser controlada por meio da alimentação, uso correto dos remédios e ajuda de profissionais clínicos.

Por isso, apresentaremos para você 04 erros comuns que devem ser evitados e como fazer isso. Não deixe de ler!

1. Erros na dosagem de insulina

Pacientes diabéticos que necessitam injetar insulina diariamente devem ficar bem atentos quanto à dosagem a ser administrada. Para tanto é importante conferir a quantidade prescrita pelo médico, aspirar o líquido do frasco e certificar-se da quantidade a ser administrada.

Além disso, é importante utilizar somente a seringa própria de insulina, descartar a agulha após a utilização e passar um algodão com álcool 70% na região.

Outra questão fundamental é fazer o rodízio nos locais de aplicação; pode ser o braço, barriga e pernas para evitar a formação de queloides.

2. Descuido das outras doenças

As pessoas que têm diabetes não podem se descuidar das outras doenças que apresentam, mesmo que seja um simples resfriado. A mudança hormonal que o paciente diabético sofre ao longo dos anos interfere em outras doenças e nos medicamentos utilizados.

Pacientes hipertensos, que sofrem de problemas de tireoide, estão na menopausa ou tomam medicamentos controlados (tarja preta), dentre outras situações devem sempre ser orientados pelo médico e farmacêutico.

Isso porque esses profissionais ajudarão no melhor tratamento e fornecerão orientações específicas para esses casos, evitando assim alterações da glicose sanguínea ou complicações das outras enfermidades.

3. Erros na escolha da alimentação

O paciente diabético tem um excesso de açúcar no sangue, ou seja, hiperglicemia. A insulina é usada para diminuir esses níveis de açúcar, caso contrário, o paciente poderá desenvolver problemas visuais, renais, cardiovasculares ou até mesmo ter que amputar um membro.

Engana-se quem pensa que suspender o consumo de comer doces e guloseimas é a única maneira de diminuir os níveis de açúcar no sangue. Esse tipo de açúcar é o que aumenta a glicose no sangue de forma mais rápida e por isso deve ser evitado.

Porém outros açúcares (carboidratos complexos), tais como pães, massas e derivados também aumentam a glicemia de forma lenta e gradativa. Ou seja, não adianta parar de comer doces se continuar consumindo grande quantidade dos chamados carboidratos complexos.

4. Conservação errada dos remédios

As pessoas têm o costume de guardar os remédios dentro de caixas de sapatos embaixo da cama ou no armário do banheiro. Esses lugares não são indicados, pois podem apresentar temperatura muito alta e/ou ficarem em ambientes úmidos demais.

A melhor maneira para armazenar os medicamentos é dentro de suas embalagens originais, organizados em caixas plásticas e longe do alcance das crianças. Para os medicamentos que necessitam de refrigeração, não colocá-los dentro de caixas de isopor ou na porta da geladeira.

Algumas insulinas podem ficar fora da geladeira, na temperatura ambiente, já outras necessitam de refrigeração e nenhuma delas pode ser congelada.

Erros comuns no controle de diabetes acontecem diariamente ou por descaso do paciente ou por falta de atenção dos profissionais de saúde. É importante tirar todas as dúvidas em uma consulta profissional para evitar erros que possam ser fatais para o paciente.

E você, tirou suas dúvidas sobre o diabetes? Quer compartilhar suas dúvidas e considerações? Então, deixe seu comentário no post!

Posted in:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *