Conheça os tipos existentes de DSTs

Ao contrário do que muita gente pensa, as doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) não são disseminadas apenas pelo ato sexual. Outros tipos de contato, como o beijo e o toque, podem propagar certos tipos de DSTs. 

A boa notícia, contudo, é que muitas das doenças têm cura e outras podem ser tratadas a fim de que o indivíduo tenha qualidade de vida. A seguir, você vai conhecer quais são as principais DSTs, as formas de contágio e ainda aprender como se prevenir. Veja!

Gonorreia

A gonorreia é causada por uma bactéria que provoca dor ao urinar, além de secreções amareladas com odor desagradável. A doença tem cura, se diagnosticada e tratada corretamente — geralmente por meio do uso de antibióticos. 

Mycoplasma genitalium

A mycoplasma genitalium é uma bactéria sexualmente transmissível que pode causar inflamação da uretra em homens e do colo do útero em mulheres. O sintoma se assemelha ao da gonorreia, porém a secreção é mais transparente. 

Em casos mais raros, o problema pode gerar dores ao urinar e ao ter relações sexuais. O tratamento acontece por meio do uso de antibióticos. 

​HPV

O vírus do papiloma humano (HPV) é uma doença que provoca lesões e verrugas na vulva, vagina, colo do útero, pênis ou no ânus. Alguns tipos de HPV podem levar a complicações mais sérias, como o câncer. 

O contágio acontece por meio do contato direto com a parte da pele infectada pelo vírus; ou seja, não é preciso haver penetração para contrair a doença. A realização de exames clínicos, juntamente com a vacina, é a melhor forma de prevenir o problema.

HIV/Aids

A Aids é uma doença causada pelo vírus HIV, que ataca diretamente as células do sistema imunológico. Pessoas portadoras do problema, portanto, são mais propensas a desenvolverem outros tipos de doenças mais constantemente, como gripes. 

Apesar de ainda não possuir cura, a Aids tem tratamento. Ele é realizado por meio de um conjunto de medicamentos, popularmente conhecidos como “coquetel”, que deve ser ingerido por toda a vida. 

Herpes genital

A herpes é causada por um vírus que provoca manchas, lesões e pequenas bolhas na região genital. Contraída principalmente por meio de relações sexuais, a doença é tratada com o uso de medicamentos antivirais.

Sífilis

A sífilis é uma doença bacteriana que causa lesões genitais. Em estágios mais avançados, ela pode atingir o sistema nervoso, provocando problemas neurológicos e levando à morte. O diagnóstico é feito por meio de exames físicos e laboratoriais, e o tratamento acontece com o uso de antibióticos. 

Hepatite B e C

Tanto a hepatite B, quanto a C, podem ser transmitidas por meio do ato sexual. No tipo B — em que é possível prevenir-se por meio de vacina — os sintomas são febre, dores musculares, vômito e diarreias. Já no tipo C, ocorre uma coloração amarelada na pele. 

Como se prevenir dos tipos de DSTs 

A principal forma de se contrair DSTs é por meio de relações sexuais com uma pessoa infectada. No entanto, também é possível adquirir algumas doenças por meio do compartilhamento de seringas ou outros objetos cortantes, como o alicate de unha. Além disso, durante a gravidez o contágio pode ocorrer de mãe para filho.

Por isso, utilizar preservativos durante as relações sexuais e não compartilhar objetos cortantes é a melhor forma de prevenção; além, é claro, de estar em dia com as suas vacinas. Também é essencial procurar um médico com regularidade a fim de realizar exames de rotina. 

Gostou do nosso artigo sobre os tipos de DSTs? Então, siga-nos no Facebook e fique por dentro de outras novidades para uma melhor qualidade de vida!

Posted in:

One Comment

  1. Era o que eu estou procurando, agora só preciso saber os valores e já vou dizer o meu problema, eu tenho certeza que e Dst pelo que foi mostrado .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *