Dores na lombar: confira 3 dicas para evitá-las

O estilo de vida que levamos atualmente contribui, infelizmente, para o surgimento de diversas enfermidades e desconfortos físicos. Além da falta de exercícios e da prevalência de uma alimentação pouco saudável, o avanço tecnológico favorece o aparecimento de problemas como as dores na lombar.

Caminhar menos e passar a maior parte do dia sentado em uma postura inadequada são algumas das principais causas da lombalgia. 

Mas afinal, o que é a lombar? Por que essa é uma das áreas que mais causam dores nas costas? Há uma esperança para os que sofrem com esse desconforto? Confira a resposta para essa e outras perguntas a seguir. Boa leitura!

Onde está localizada a lombar?

A coluna dos seres humanos é comumente dividida em quatro regiões distintas, de acordo com a sua localização. São elas:

  • cervical;
  • dorsal;
  • lombar;
  • sacrococcigiana.

A região lombar corresponde à área logo abaixo da cintura e próxima à bacia, entre a porção torácica e a sacral (final da coluna). É a parte responsável por suportar a maior parte das cargas do corpo e, por isso, é mais comumente acometida por dores e desconfortos.

Quais são as causas das dores na lombar?

Esse problema, conhecido também como lombalgia, afeta milhares de pessoas em todo o mundo e está, na maioria das vezes, ligado à manutenção de uma postura inadequada ao longo do dia. Existem alguns tipos de dores na lombar que são divididos em categorias. Elas são:

  • agudas: tem curta duração, poucas horas ou dias;
  • subaguda: tem uma duração um pouco maior, que pode chegar até 12 semanas;
  • crônica: menos comum, é categorizada como a dor que persiste por mais de 12 semanas seguidas.

As principais causas para essas dores são:

  • postura inadequada;
  • traumas;
  • esforço físico excessivo;
  • distensões;
  • enfraquecimento da musculatura que protege a coluna;
  • hérnia de disco;
  • osteoporose;
  • osteoartrose;
  • artrite reumatoide.

Como podemos ver, as causas podem ser bastante variadas e abrangentes. Por isso, apenas um médico pode fazer o diagnóstico correto e direcionar os pacientes para o melhor tratamento, baseando-se em achados clínicos e nos exames de imagem (radiografias, tomografias, etc).

Como prevenir e aliviar o desconforto causado pela lombalgia?

Embora nem sempre seja possível evitar uma dor na região lombar, algumas dicas podem ajudar na manutenção da saúde dessa área e prolongar a qualidade de vida de maioria das pessoas.

1. Invista nos alongamentos

Fazer alongamentos frequentes é uma ótima maneira de manter a lombalgia bem longe. Apenas alguns minutos por dia são suficientes para fortalecer a musculatura da região e deixá-la aquecida e pronta para receber os impactos do dia a dia. É recomendado alongar todo o corpo ao acordar e logo antes de dormir.

2. Faça exercícios para o fortalecimento da região

A maioria das dores é causada por problemas de enfraquecimento muscular na porção lombar. Por isso, pequenos exercícios de estabilização podem ajudar a aliviar as dores quase instantaneamente, além de promover um fortalecimento na área. Um bom exemplo é a prancha, que pode ser praticada no conforto de seu lar.

3. Tome cuidado com a sua postura

Na correria do dia a dia, é muito fácil esquecer de adotar uma postura correta. No entanto, se posicionar de modo inadequado pode trazer diversos prejuízos para a sua coluna, podendo desalinhar as vértebras permanentemente, causando uma dor crônica. Fique ligado!

Viu só como é fácil prevenir e aliviar as dores na lombar? Ao seguir essas pequenas dicas, você aumentará e muito sua qualidade de vida. Vale lembrar que, caso o desconforto não cesse, uma consulta com um ortopedista se torna imprescindível.

E aí, gostou do nosso artigo? O que está esperando para colocar em prática tudo o que aprendeu? Aproveite para continuar aprendendo sobre vida saudável e confira também a importância da realização de um check-up completo logo no início do ano. Boa leitura!

Posted in:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *