O que faz um urologista e qual sua importância?

Não é segredo para ninguém que grande parte da população procura um médico apenas quando algum problema de saúde se manifesta no organismo, não é mesmo? Em muitos casos, a situação já está agravada, e um tratamento que poderia ser simples torna-se delicado.

Dentre as especialidades médicas menos procuradas para aqueles check-ups de rotina está a urologia. Provavelmente, muita gente ainda não sabe detalhadamente o que faz um urologista e, por isso, ele fica de fora dessas consultas periódicas tão benéficas.

Quer entender melhor a real importância desse profissional e quais atividades ele exerce em sua função? Então, acompanhe o artigo e descubra!

O que faz um urologista?

O urologista é o responsável pelos cuidados com o sistema reprodutor masculino, que abrange testículos, epidídimos, ductos deferentes, vesículas seminais, próstata e pênis. É ele quem acompanha o desenvolvimento e a manutenção da região, além de suas alterações de acordo com o crescimento e o envelhecimento do homem.

Esse médico também trata o câncer de próstata e muitos dos problemas de saúde sexual masculina. Porém, o trabalho do urologista é ainda mais complexo: ele cuida de tudo o que se relaciona ao aparelho urinário — tanto de homens quanto de mulheres.

Quais doenças são tratadas por ele?

Por envolver as regiões íntimas de ambos os sexos, algumas pessoas têm vergonha de ir mais a fundo sobre o assunto. Mas é hora de acabar com isso! Afinal, entender quais são as doenças tratadas por essa especialidade é fundamental para saber bem o que faz um urologista e como ele pode ajudar.

Dentre as que atingem homens e mulheres estão a enurese noturna, o câncer de rim e de bexiga, além de outros problemas relacionados ao rim, como o cálculo e a cólica renais. Em mulheres, podem ser identificados cistites, obstrução ao fluxo urinário e incontinências urinárias aos esforços.

Os homens, por sua vez, precisam lidar com enfermidades mais específicas. Ejaculação precoce e retardada, câncer de próstata, impotência sexual e dores testiculares estão entre as adversidades mais comuns que podem se desenvolver no sistema reprodutor masculino.

Além disso, o urologista pode identificar sinais de doenças sexualmente transmissíveis, fazer o encaminhamento correto para outros profissionais e orientar o paciente adequadamente a respeito do controle e do planejamento familiar.

Quando é preciso procurá-lo?

O ideal é que o urologista seja incluído na programação de consultas periódicas, sobretudo no caso dos homens. No entanto, alguns sintomas específicos poderão indicar certa urgência para esse agendamento. São eles:

  • dificuldade para urinar;

  • falta de desejo sexual;

  • dores durante a relação íntima;

  • sensibilidade na região peniana;

  • sangue no esperma;

  • urina com odor desagradável;

  • perda urinária involuntária;

  • verrugas no pênis ou na região escrotal.

Para trabalhar a prevenção contra o câncer de próstata, homens de 40 a 45 anos devem procurar o urologista para exames regulares, pelo menos, uma vez ao ano. Em alguns casos, esse período pode até mesmo ser encurtado. E, no caso das mulheres, também é interessante manter uma visita anual ao médico.

Pronto! Agora que você sabe o que faz um urologista e o quanto ele pode contribuir para que você tenha uma vida mais tranquila, falta apenas descobrir por que se deve fazer exames periódicos e se preparar para cuidar ainda melhor da sua saúde.

Posted in:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *