Oftamologista infantil: entenda porque essa consulta é importante

Manter a boa visão é algo importante em qualquer idade. E, para isso, é conveniente ter um acompanhamento médico desde cedo. Uma visita ao oftalmologista infantil é importante, pois diagnosticar doenças ainda em estágio inicial pode evitar problemas maiores no futuro.

Não é preciso esperar muito tempo para consultar um oftalmologista infantil, uma vez que isso é fundamental para garantir um bom desenvolvimento dos bebês e das crianças maiores.

Acompanhe o post e tire suas dúvidas!

Quais são os cuidados com a visão de uma criança?

Os cuidados começam durante a gravidez. Ao longo da gestação, a futura mamãe deve realizar os exames do pré-natal, visando identificar possíveis doenças que, se não tratadas, podem ocasionar problemas sérios de visão, como a rubéola, por exemplo.

Quando o bebê nasce, a visita regular ao pediatra é fundamental, mas pode não ser suficiente, pois algumas doenças oculares passam despercebidas, sendo necessária a avaliação de um especialista.

É importante observar, tanto nos bebês como nas crianças com mais de 1 ano e meio de idade, as diferenças entre a cor dos olhos, se os olhos estão vermelhos e lacrimejando em excesso e se há dificuldade em focar e em pegar objetos, entre outros aspectos.

Como detectar se o seu filho tem problemas de visão?

O primeiro exame oftalmológico deve ser feito quando a criança estiver próxima dos 2 anos de idade, se anteriormente nenhum indício de doenças for observado.

Bebês prematuros têm mais propensão para doenças visuais e estrabismo, assim como crianças com atraso no desenvolvimento ou filhos de pais que tenham doenças oculares. Se algum desses for o caso, o exame deve ser feito entre os seis e os doze meses de idade.

Um diagnóstico pode mudar no período de seis meses ou um ano, e os pequenos podem desenvolver miopia, hipermetropia e astigmatismo. Especialmente no momento em que as crianças aprendem a ler e a escrever, a colaboração dos pais e professores é necessária. Fique atenta em relação a dificuldades de aprendizagem, elas podem ser decorrentes de um problema ocular.

Você pode fazer pequenos testes em casa, com as crianças, como, por exemplo, mostrar um brinquedo que elas gostem muito e tapar um dos seus olhos. Observe a reação das crianças. Querer destapar o olho é normal, mas se a reação for muito além, como uma alta irritação quando um mesmo olho é tapado, pode ser um sinal de algum problema na visão.

Por que fazer visitas regulares ao oftalmologista infantil?

As visitas ao oftalmologista infantil devem ser anuais para as crianças maiores, e a cada seis meses para os bebês, devido ao desenvolvimento da visão. O oftalmologista observará desde o desenvolvimento neuropsicomotor até a simetria facial e o aspecto dos olhos.

Tenha em mente que a visão de uma criança pode ser flexível até os 3 anos de idade e alguns problemas são diagnosticados apenas quando a criança entra na escola, como os erros de refração e a necessidade dos óculos. O desenvolvimento da visão só é concluído por volta dos 5 aos 7 anos.

É importante realizar todos os exames solicitados, pois cada um é responsável por identificar um problema diferente. Pode ser um erro de refração, estrabismo congênito ou catarata. Porém, há casos mais severos, como tumores.

A prevenção, por meio da visita regular ao oftalmologista infantil, pode evitar o baixo rendimento escolar e também pode contribuir para elevar a autoestima da criança! 

Agora que você já sabe como é importante fazer um acompanhamento com o oftalmologista infantil, curta nossa página no Facebook e fique por dentro de outros assuntos como esse! 

Posted in:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *