Pedra nos rins: o que é e como fazer um tratamento adequado?

Milhares de pessoas no mundo têm pedra nos rins, mas o que fazer para evitar essa doença? Qual é o melhor tratamento? O cálculo renal (pedra nos rins) pode ter uma origem genética, porém, geralmente, o estilo de vida é o maior causador dessas pedras.

Você não tem muito tempo para dedicar à sua saúde? Procure clínicas que possuam uma estrutura com várias especialidades médicas, faça um check-up anual dessa forma, você não ficará parada em uma fila esperando. Continue esta leitura para entender melhor sobre pedra nos rins.

O que é pedra nos rins?

O cálculo renal, também conhecido como pedra nos rins, são pequenas massas endurecidas encontradas no interior do rim ou nas vias urinárias. Essas pedras são formadas a partir de cristais presentes na urina.

As pedras, geralmente, são eliminadas na urina sem que você perceba, mas, em alguns casos, ela pode ficar presa no trato urinário, provocando dores terríveis. O cálculo renal sempre deve ser tratado, mas ele pode voltar a acontecer. O ideal é ter uma rotina mais saudável e tomar as precauções necessárias para não apresentar reincidência.

Quais são as principais causas dessa doença?

Um dos principais fatores para o aparecimento das pedras nos rins é a pouca ingestão de líquidos, principalmente de aguá; má alimentação e fatores genéticos também contribuem para a formação dessas pedras.

Se você tem dificuldade de beber a quantidade ideal de água, tente colocar morangos picados ou rodelas de limão no seu copo. Assim, a água fica com sabor e mais fácil de ingerir. Outra dica bastante eficiente: coloque uma garrafinha cheia de água perto de você. Dessa forma, toda vez que olhar o objeto, se lembrará de tomar água.

Controle os alimentos ricos em cálcio e proteínas, pois boa parte das pedras nos rins são formadas por cristais de cálcio ou excesso ácido úrico.

Os principais sintomas de cálculo renal são: dor ao urinar; urina rosa, vermelha ou marrom; vontade frequente de urinar; dor intensa nas costas e febre acima dos 38°. Esses sintomas começam de forma branda e evoluem para dores muito fortes. Eles podem aparecer em conjunto ou de forma isolada.

Quais são os melhores tratamentos?

Depois que a pedra já está formada, você deve procurar um urologista. Esse profissional avaliará você e solicitará os exames (estudo de urina e sangue e, em alguns casos, exames de imagem como: radiografias, tomografias e ressonância), para um diagnóstico preciso.

Como cada paciente é único, o tratamento para sua doença também é: o médico pode indicar desde repouso, ingestão de líquidos e uso de medicamentos para dor e febre até cirurgias a laser. Casos mais graves exigem a internação do paciente para administração venosa de medicamentos e cirurgias para retirada das pedras.

Lembre-se de que existe prevenção para o aparecimento de pedra nos rins. Hidrate-se bem, a água é a melhor opção, pois limpa as impurezas que estão presentes nesse órgão. Mantenha uma alimentação saudável com muitas frutas e verduras, evite o excesso de sal, carnes vermelhas, leite e derivados. Mantenha sempre a prática de atividades físicas.

A automedicação é um erro comum: essa prática pode piorar seu quadro. Sempre procure um profissional com conhecimento e comprometimento com a qualidade da sua saúde. Somente ele pode indicar para você o melhor tratamento.

Gostou do artigo? A leitura ajudou você a entender mais sobre pedra nos rins? Se você conhece outras formas de prevenir essa doença, aproveite para deixar seu comentário e participar do debate!

Posted in:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *