Saiba quais são os Sintomas de Rubéola

A rubéola é uma doença causada por um vírus e acomete crianças, principalmente na faixa de 5 a 9 anos, e adultos. É muito fácil a transmissão do vírus, já que o contágio ocorre pelo ar. Sendo assim, você pode pegar rubéola só de ficar próximo a alguém que está com a doença.

Neste post, vamos detalhar os sintomas da rubéola, bem como o tratamento, diagnóstico, risco para as gestantes e a importância da vacinação. Acompanhe!

Sintomas

  • Erupções vermelhas — principal manifestação da rubéola — caracterizada por manchinhas avermelhadas na pele que aparecem primeiro no rosto e depois se espalham pelo resto do corpo (tronco, braços e pernas);
  • febre baixa, não superior a 38°C;
  • dor de cabeça, muscular e nas articulações;
  • inflamação nos olhos;
  • dor na garganta (dificuldade para engolir);
  • congestão nasal;
  • gânglios na nuca e atrás das orelhas.

Esses sinais surgem de 14 a 21 dias após o contato com o vírus e têm duração de 2 a 3 dias. Dessa forma, a pessoa infectada pode transmitir o vírus antes mesmo da manifestação dos sintomas.

Tratamento

A rubéola apresenta sintomas leves que, na maioria dos casos, não apresentam graves complicações.

Nesse caso, o tratamento consiste em amenizar os desconfortos com medicamentos analgésicos e antitérmicos. Além disso, é muito importante que o paciente fique em repouso e beba bastante água.

Diagnóstico

Os sintomas da rubéola podem ser facilmente confundidos com outras doenças, o que torna difícil o diagnóstico, em especial nas crianças.

Para comprovar que a pessoa foi infectada pelo vírus, o médico pede um exame de sangue que acusará a presença dos anticorpos no organismo.

Gravidez

Quem pega a rubéola e está saudável não vai apresentar complicações mais sérias. O grande perigo é para as grávidas, já que a doença é congênita.

Isso quer dizer que o vírus consegue atravessar a placenta e contaminar o feto, podendo ocasionar aborto ou problemas graves ao bebê como surdez, má formação no cérebro, coração e olhos, além de problemas de crescimento.

O bebê que nasce infectado por rubéola pode transmitir a doença até 12 meses depois do nascimento.

Prevenção

Crianças

A prevenção da rubéola é feita com a vacina tríplice viral, que protege também contra sarampo e caxumba.

Bebês de 15 meses recebem a primeira dose da vacina. O reforço é aplicado entre 4 e 6 anos.

Adultos

Jovens e adultos também precisam tomar a vacina da rubéola para garantir a imunização. É importante que mulheres que tomaram a vacina não engravidem até 1 mês depois de terem sido imunizadas. Já as gestantes não podem ser vacinadas.

Como elencamos, é essencial que a população receba as doses da vacina contra a rubéola para diminuir o risco de transmissão.

Se você ou algum familiar apresentar os sintomas da doença, não hesite em procurar um médico. E, em caso de suspeita de rubéola, mesmo antes do diagnóstico, evite ter contato com mulheres grávidas.

Conseguimos esclarecer as principais características da rubéola? Quer saber mais sobre outras doenças e cuidados de saúde? Então curta a nossa página no Facebook!

Posted in:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *