Veja 5 sintomas do câncer de próstata e como agir se algum surgir

O câncer de próstata surge, em geral, após os 50 anos e é a segunda maior causa de morte por algum tumor no sexo masculino. E, apesar de ser uma doença que não deixa sequelas graves, para obter um diagnóstico precoce é preciso ficar de olho nos sintomas do câncer de próstata. 

Neste texto, vamos falar um pouco mais sobre esses sintomas e como você deve proceder se algum deles surgir. Quer saber mais sobre o assunto? Então acompanhe!

O que é a próstata e por que surge o câncer?

A próstata é uma glândula que se encontra nas proximidades do ânus. Ela produz um líquido que protege o sêmen e que também ajuda na fecundação. Com o passar da idade, normalmente a glândula aumenta de tamanho. Por isso é importante avaliá-la periodicamente para diminuir os riscos do surgimento do câncer.

Os motivos pelos quais as células tumorais se desenvolvem e produzem um câncer ainda não estão muito claros. Mas os principais fatores de risco são a idade acima de 50 anos, herança familiar, alcoolismo, cigarro, hábitos alimentares e obesidade. 

Quais os principais sintomas do câncer de próstata?

O câncer de próstata em estágio inicial praticamente não produz sintomas. Por isso é necessário realizar anualmente os exames de prevenção. Os principais sintomas da doença estão relacionados ao fluxo urinário. Confira:

  1. enfraquecimento do fluxo urinário e aumento do número de micções, principalmente noturnas;
  2. dor ao urinar, que pode aumentar com o tempo;
  3. presença de sangue na urina ou no líquido seminal durante a ejaculação;
  4. dor na região dos testículos, que pode indicar aumento da próstata;
  5. dificuldade para conseguir ereção.

Em casos mais graves, o paciente pode sentir dores em várias partes do corpo, principalmente nas coxas, quadril e ombros; fraqueza generalizada e dormência nos pés. 

Todos esses sintomas podem ser causados por outras doenças, e, portanto é necessário que sejam investigadas outras causas. A obstrução da uretra, que impede a passagem da urina e causa muita dor, pode ser ocasionada pela hiperplasia prostática benigna, que é um aumento da glândula, mas não é câncer.

Isso reitera ainda mais a importância de buscar acompanhamento médico e se prevenir a evolução da doença. Um tratamento precoce pode evitar complicações graves, como as metástases: quando o câncer espalha para outros órgãos do corpo.

Na ocorrência de qualquer desses sinais, a orientação é procurar um médico imediatamente. Diante da dificuldade e da demora em se conseguir atendimento público, o ideal é buscar atendimento em clínicas alternativas, pois oferecem serviços de qualidade e profissionais competentes a baixo custo.

Como é feito o diagnóstico?

É de extrema importância que os homens a partir dos 45 anos realizem os exames anuais para prevenção da doença.

Além do exame de sangue, também é necessário se submeter ao toque retal. Alguns homens ainda mantém certo preconceito quanto ao toque retal, mas é através desse exame que é possível confirmar precocemente a doença e promover um melhor prognóstico. 

Pelo exame de sangue faz-se a análise de PSA: proteína específica produzida pela próstata, cujos valores, se alterados, podem ser indicativos da doença. Vale lembrar que um exame não exclui a necessidade do outro porque eles são complementares e igualmente importantes.

Cuide, portanto, de sua saúde e vá regularmente ao médico, pois somente ele pode avaliar corretamente os sintomas do câncer de próstata e indicar o tratamento necessário. 

Você gostou deste conteúdo? Assine a nossa newsletter e receba mais dicas e sugestões para cuidar de sua saúde!

 

 

Posted in:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *