Conheça as causas e saiba como eliminar os gases intestinais

É absolutamente normal a produção e eliminação de gases intestinais pelo nosso organismo. Mas, por vezes, nos sentimos desconfortáveis quando isso acontece.

Você sente um estufamento abdominal quando se alimenta? Acha que pode estar produzindo mais gás que o normal? Então, continue lendo o artigo e saiba como eliminar gases intestinais.

O que são gases intestinais?

Também conhecidos como flatos, eles são produzidos naturalmente pelo nosso intestino, onde existem milhões de bactérias responsáveis pela digestão dos alimentos.

Durante esse processo de decomposição, são liberados gases, como oxigênio, nitrogênio, dióxido de carbono e metano, dentro do corpo que são eliminados pelo ânus.

E o gás responsável pelo mau cheiro do flato é o enxofre, que resulta da deterioração de alguns alimentos, como grãos, proteínas e açúcares. Então, dependendo da sua alimentação, o odor pode ficar mais forte.

Quais são as principais causas?

É normal eliminar até 1,5 litro de gás intestinal diariamente. Mas uma quantidade maior que essa pode gerar incômodos e dores intensas.

A má alimentação é o principal fator para o aumento das flatulências. É o caso do consumo excessivo de carboidratos, gorduras e proteínas. Porém, também existem alimentos específicos que provocam o mesmo efeito, por exemplo: feijão, ovos, cerveja, leite, brócolis, repolho, couve-flor, entre outros.

Ainda ligados à alimentação, os flatos podem ser causados por ingestão de bebidas gaseificadas, mascar chicletes e conversar enquanto se alimenta.

A constipação intestinal também pode ser outra responsável pelo estufamento abdominal. Quando há a prisão de ventre, o alimento demora mais para ser digerido e eliminado pelo intestino. Dessa forma, as bactérias atuam por mais tempo e, como consequência, produzem mais gases.

Pacientes alérgicos ou intolerantes a alguns alimentos ou medicamentos podem ter a flora bacteriana alterada e consequentemente mais desconforto no abdômen.

Os flatos também podem ser originados de patologias como gastroenterites e úlceras.

Quais são os sintomas mais comuns?

Os relatos mais comuns são a distensão abdominal e dores bem intensas. O mau cheiro também é notado.

Na maioria das vezes, a presença de gás não é sinal de maiores complicações. No entanto, quando eles vêm associados a dor abdominal prolongada, sangue nas fezes, perda de peso não intencional e mudanças na frequência da evacuação, um médico deve ser consultado.

O médico gastroenterologista é o especialista em sistema digestivo. Quando for consultá-lo, leve um relatório da sua alimentação, seus sintomas e a frequência com que ocorrem.

Quais são os tratamentos para eliminar os gases intestinais?

Os medicamentos são os tratamentos mais difundidos. Mas lembre-se: é o médico quem os prescreve. Esse profissional também indica como e quando as medicações serão usadas.

Manter hábitos saudáveis serve tanto para prevenção quanto para tratamento da flatulência. Dê uma atenção maior ao que come e ao impacto desse alimento no seu organismo. Se sentir desconforto, evite o alimento.

Fuja também das bebidas gaseificadas, mascar chicletes e conversar enquanto se alimenta.

Pratique exercícios físicos; dessa forma, o trânsito intestinal funciona melhor e o estufamento diminui mais facilmente.

Os flatos intestinais são produzidos e eliminados de forma natural pelo corpo. E apesar de ser vergonhoso ou motivo de piada, libere seus gases intestinais sempre que possível.

E aí, gostou do artigo? Aprendeu um pouco mais sobre como eliminar gases intestinais? Então, assine nossa newsletter para receber mais conteúdos como este em sua caixa de entrada!

Posted in:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *