Quais os sintomas da gastrite? A gente explica!

Você costuma sentir algum desconforto na região da barriga? Fique ligado: você pode estar com alguns dos sintomas da gastrite. Essa doença é uma das ocorrências gastrointestinais mais comuns e tem alguns sinais que podem ser facilmente confundidos com outros problemas.

Por conta disso, é fundamental conhecer os sintomas principais dessa doença, a fim de identificá-la precocemente e procurar a ajuda médica necessária. Como em todos os outros casos, a intervenção rápida de um médico pode facilitar consideravelmente o tratamento do problema.

Mas afinal, quais são os sintomas da gastrite? Continue a leitura e confira os principais sinais dessa doença e saiba como identificá-la. Acompanhe!

O que é a gastrite?

Em palavras simples, a gastrite é caracterizada por uma inflamação da parede que reveste o nosso estômago. Ela pode ter diversas origens e quando não é tratada adequadamente, pode evoluir para problemas mais sérios, como uma úlcera.

Quais são as principais causas dessa doença?

Há inúmeras causas para o aparecimento da gastrite. As mais comuns são:

  • estresse em excesso;
  • utilização excessiva de certos medicamentos;
  • manter o hábito de fumar;
  • ingerir muita bebida alcoólica;
  • presença de doenças autoimunes;
  • contaminação por algumas bactérias.

Como podemos ver, a maioria das causas da gastrite estão relacionadas aos hábitos nocivos que temos com a nossa saúde. Por isso, investir em um estilo de vida mais saudável é uma boa maneira de prevenir o problema.

Quais são os tipos de gastrite e seus sintomas mais comuns?

A seguir, veremos quais são os principais sintomas da gastrite de acordo com os tipos mais comuns da doença:

Gastrite bacteriana

Como o próprio nome já indica, esse problema é causado normalmente pela ingestão de alimentos contaminados com bactérias nocivas à saúde. Por conta disso, os sintomas aparecem de forma abrupta, o que faz com que esse tipo também seja conhecido como gastrite aguda. Os sintomas mais comuns incluem:

  • mal-estar generalizado;
  • sensação de queimação;
  • vômitos.

Gastrite crônica

Ao contrário da forma aguda, em que os sintomas aparecem do nada e desaparecem rapidamente após o tratamento correto, a gastrite crônica é um pouco mais difícil de tratar e seus sintomas duram muitas semanas. Nesses casos, há uma piora progressiva do caso se o tratamento não começar imediatamente. Os sintomas são:

  • mal-estar;
  • náuseas e vômitos;
  • queimação frequente no estômago;
  • acúmulo de gases no abdômen;
  • inchaço na barriga.

Gastrite nervosa

A constante exposição ao estresse também pode contribuir para o surgimento da gastrite. Esse tipo é caracterizado pelo aparecimento dos sintomas no momento das situações estressantes e seus sinais podem incluir:

  • vômitos ou náuseas;
  • gases (que são liberados normalmente na forma de arrotos);
  • queimação estomacal;
  • falta de apetite;
  • dores em todo o abdômen.

Gastrite enantematosa

O nome parece bem assustador, mas esse tipo de gastrite nada mais é do que um tipo em que ocorre uma inflamação um pouco mais profunda. As causas incluem infecções bacterianas, medicamentos ou o abuso de álcool. O tratamento é um pouco mais específico do que nos tipos citados anteriormente. Os sinais são:

  • mal-estar;
  • enjoos e vômitos;
  • gases;
  • arrotos;
  • indigestão;
  • queimação.

Gastrite eosinofílica

Os eosinófilos são células de defesa de nosso corpo, que atuam para protegê-lo contra a invasão de bactérias, vírus e corpos estranhos. No entanto, quando o seu número aumenta no estômago, pode ocorrer um desequilíbrio que leva o corpo a atacar as próprias células. Nesse caso, os sintomas mais comuns são:

  • distensão abdominal;
  • diarreia;
  • vômitos e náuseas;
  • dor generalizada no abdômen;
  • redução do apetite;
  • perda de peso abrupta;
  • sintomas que vão além do estômago, como alterações respiratórias.

Como podemos ver, os sintomas da gastrite são bastante abrangentes e facilmente confundidos com os sinais emitidos por outras enfermidades. Por isso, caso perceba alguma dessas alterações, busque ajuda médica o quanto antes para fechar o diagnóstico correto e começar o tratamento mais adequado para o seu caso.

Gostou deste artigo? Então, que tal ficar ainda mais por dentro dos problemas gastrointestinais? Leia o nosso post sobre dores no estômago e descubra o que isso pode indicar!

Posted in:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *